RSS

Dez coisas que você não sabia sobre Clint Eastwood

15 out

1 – Ele já dirigiu mais filmes para o cinema do que Steven Spielberg e George Lucas

Será verdade? Um homem que ficou famoso por seus papéis de pistoleiro durão realmente dirigiu mais filmes para o cinema do que os dois diretores mais famosos da história? Clint ultrapassou ambos?

Sim, é verdade. Em 2008 Clint lançou dois filmes de uma vez (A Troca e Gran Torino), assim como em 2006 (Cartas de Iwo Jima e A Conquista da Honra), 1997 (Poder Absoluto e Meia-Noite no Jardim do Bem e do Mal), 1990 (Rookie – Um Profissional do Perigo e Coração de Caçador), 1982 (Raposa de Fogo e Honkytonk Man), e 1973 (Interlúdio de Amor e O Estranho sem Nome). Desde sua estreia na direção em 1971, com Perversa Paixão, ele dirigiu 32 filmes. Spielberg começou no mesmo ano, com Encurralado, mas está um pouco atrás, com 30 filmes dirigidos. George Lucas também começou a dirigir em 1971, com THX 1138, mas estacionou nos 6 filmes.

2 – Clint tocou no Carnegie Hall

O homem dirige filmes, produz, atua, escreve, compõe e até toca piano. E quando toca, atrai multidões, como ele demonstrou na apresentação que fez em 1997 no Carnegie Hall, uma das mais conceituadas casas de espetáculos de Nova York. Auto-didata, ele toca desde garoto e compôs a trilha sonora de alguns de seus filmes, como Menina de Ouro e Gran Torino.

3 – Clint chegou a cavar piscinas para sobreviver

Isto é para evidenciar as origens humildes de Clint Eastwood. Nos anos 1950, quando tudo o que conseguia eram pequenos papéis em filmes de baixo orçamento, Clint precisou reforçar o orçamento cavando piscinas para os endinheirados de Hollywood.

4 – Ele gravou discos de música pop

Se você se admirou ao descobrir que Clint Eastwood sabe cantar, vai se surpreender ainda mais com a extensão de sua discografia. Ele começou ainda na época de Rawhide, sua série de TV dos anos 1960. Querendo se distanciar do personagem que fazia, Clint fez o que muitos atores emergentes faziam naquele tempo: gravou uma série de singles, aqueles compactos com uma música de cada lado do vinil, para testar o apelo que tinha com os adolescentes.

Não é de se admirar que Eastwood não foi um sucesso entre os adolescentes. O single seguinte, Rawhide’s Clint Eastwood Sings Cowboy Favorites (algo como “Clint Eastwood, o astro de Rawhide, canta as Favoritas dos Caubóis”), trazia exatamente o que o título prometia, não que alguém tivesse pedido por isto. Por sorte, a carreira musical de Clint progrediu nos anos subsequentes, quando ele começou a compor a música de seus filmes. Este trabalho mais maduro inclui as trilhas de Sobre Meninos e Lobos e Menina de Ouro, além do já clássico tema de amor de As Pontes de Madison. Ele se saiu muito melhor compondo as trilhas de seus filmes do que como astro pop. O que é mais do que se pode dizer de muitos atores hoje em dia.

5 – Clint foi despedido da Universal por ter um pomo-de-adão grande demais

 Este é um daqueles momentos na história do cinema que são ridículos demais para ser mentira. Em 1954 a Universal contratou Clint por módicos 75 dólares por semana, dando-lhe a chance de pagar mico em filmes como A Revanche do Monstro e Tarantula.  Mas um dia alguns executivos notaram seu pomo-de-adão, decidiram que era grande demais e o despediram. Simples assim. É claro que não demorou muito para que ele se tornasse um astro, enquanto que os executivos… ninguém mais se lembra deles.

6 – Clint recebeu a Ordem Nacional da Legião de Honra francesa

Clint recebeu a ordem máxima da França das mãos do próprio presidente Jacques Chirac, em 2007. Agora ele é oficialmente Cavaleiro do Império, o que significa que se um dia a França e a Rússia entrarem em guerra de novo, o bom e velho Clint vai estar bem na linha de frente pra dar uma lição ao Putin, junto com Paulo Coelho e Sarney, outros famosos que receberam essa condecoração. Não importa quantas faixas pretas de judô o Putin diz que tem, eu ainda aposto no Clint.

7 – Clint dirige uma lata-velha

Com todo o dinheiro que vem com a fama e sucesso que adquiriu ao longo dos anos, você pode pensar que Clint Eastwood deve acender charuto com nota de cem dólares. Mas a verdade é outra.

Segundo um funcionário do hotel de luxo Chateau Marmont em Hollywood, num certo dia Clint estava na porta do hotel esperando o manobrista trazer seu veículo, com a calma e tranquilidade que os mitos ostentam. E que tipo de carro você acha que ele trouxe? O último lançamento da Mercedes Benz? Não. O manobrista entregou a Clint as chaves de um Grand Marquis do final dos anos 1980, já bem maltratado. O funcionário que contou esta história chegou a pensar que o manobrista queria pregar uma peça em Clint, mas era apenas outra prova de que o jeito “pé no chão” de Clint não é mera jogada de marketing.

Um Grand Marquis ano 1989

Que tipo de homem precisa de bancos revestidos em couro? Que tipo de homem precisa de CD player, ou bancos com aquecimento interno, ou vidros automáticos? Clint não precisa. Clint só precisa de quatro rodas e um motor que funciona. Enquanto Clint subia no Grand Marquis, parachoque amarrado no carro por um fio, todos na porta do hotel olharam com surpresa e admiração. E ninguém ousou pronunciar uma palavra sobre a montaria daquele caubói.

8 – Clint ameaçou matar Michael Moore

Mais uma vez, o fato é mais incrível que a ficção. Como foi exatamente que Clint Eastwood ameaçou Michael Moore? Bem, por acaso Clint assistiu ao documentário de Moore Tiros em Columbine e não gostou muito da cena onde Moore enfia uma câmera na cara de Charlton Heston e praticamente conduz a cena para que Heston faça papel de idiota.

Então, quando Clint aceitava um prêmio na National Board of Review Awards em Nova York, ele diz: “Michael, se algum dia você aparecer na porta da minha casa com uma câmera, eu mato você”. A plateia riu, todos se divertiram bastante, e quando os risos terminaram, ele ainda disse: “estou falando sério.”

Clint conhece a solução para os arruaceiros: uma Magnum 44.

9 – Clint é alérgico a cavalos

Parece incrível, mas é verdade. Pense nisto por um momento. O homem passa metade de sua carreira montado em cavalos. Cavalos que provocam reações alérgicas indizíveis no seu corpo. Isso algum dia impediu Clint de realizar seu trabalho? Nem uma única vez.

10 – Clint Eastwood não é vegan

Esse boato tem sido divulgado há um bom tempo e apareceu não só na Wikipedia, como também em vários sites vegetarianos e vegans. Tudo porque num artigo do LA Times ele foi gratuitamente chamado de vegan. Mais tarde, uma suposta frase sua que dizia “eu tento manter uma dieta rica em frutas, vegetais, tofu e outros produtos derivados da soja” foi citada por um site vegan e virou até tema de campanha pró-veganismo do PETA.

Mas em 2008 o boato foi desmentido pelo New York Times, numa entrevista onde Clint Eastwood desmente tudo ao admitir que nem sabe o que é esse tal de veganismo, ficando “perplexo” quando o repórter lhe explicou do que se tratava. Julgando por sua reação, podemos supor que Clint jamais foi sequer vegetariano, quanto mais vegan. ‘É por isso que eu nunca entro na internet”, ele disse.

E aí, Clint, gostou da matéria?

tumblr_m4lskc1l7Q1rqa07ko2_500

Anúncios
 
3 Comentários

Publicado por em 15 de outubro de 2012 em Listas

 

Tags:

3 Respostas para “Dez coisas que você não sabia sobre Clint Eastwood

  1. Milla

    17 de outubro de 2012 at 16:12

    Esse homem é “bombril”.

     
  2. Carolina

    11 de setembro de 2014 at 19:18

    Shooooooooooooooooooooooooow!

     

O que achou do post? Diga-nos sua opinião.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Coluna de Música | J.R. Lima

Alto e bom som, em todos os formatos.

Renzo Mora

Cultura Pop e Banalidades em Geral.

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

waistlowpleasure

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

MONDO 70: A Wild World of Cinema

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Where Beauty & Terror Dance

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Reverend Chiropractors

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Horror Nerd

Just another WordPress.com site

Fascination With Fear

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

DOCTERROR.COM

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Final Girl

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

The Celluloid Highway

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Full Moon Reviews - Horror, Sci-Fi, Action, B-Movies

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Hammer and Beyond

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

42nd Street Cinema

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Taliesin meets the vampires

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

SICKO-PSYCHOTIC

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Reviews from a Dead World

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Filmes do Umbral

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

cinema poeira

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Mondo Cane

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Medo de quê? - O horror no cinema brasileiro

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

My Duck Is Dead

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Dare, Rave and Tease Cinema

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Italian Film Review

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

New Frontiersnerd

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Du dumme Sau - a Kinski Blog

The films of Klaus Kinski

bloodandgutsforgrownups.wordpress.com/

Horror for the Discriminating Aficionado

Twenty Four Frames

Notes on Film by John Greco

Cine Retirante

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

The Mad Movie Guy Blog

A ~difícil~ vida de um cinéfilo em Londres

DIÁRIO DE UM CINÉFILO

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Calil no Mundo Pop - 5 anos

Filmes do cinema FANTÁSTICO, AÇÃO e MUITA CULTURA POP!

FANGORIA®

The First in Fright Since 1979

Estranho Encontro

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Nudo e Selvaggio

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Killing in Style.

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

giallo fever

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Alfred Hitchcock Geek

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Backyard Asia

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Mondo Macabro DVD

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Phantom of Pulp

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

CiNEZiLLA - Falling asleep to movies since 1970

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Japanese VHS Hell

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

Todo homem tem o direito de ser imbecil por conta própria. (Ivan Lessa)

%d blogueiros gostam disto: